Você não tem nenhum item em seu carrinho de compras.
Pesquisa
Voltar para todos os posts do blog

CORONAVÍRUS PODE AUMENTAR PREÇO DE COMPONENTES SOLARES

 

O surto de corona vírus na China pode aumentar o preço de módulos solares, tendo em vista que as fábricas enfrentem falta de material. Taxas de produção também estão sendo afetadas devido ano novo lunar estendido recomendado pelo governo como uma medida para calcular o tamanho do vírus.

    O banco de investimento americano Roth Capital Partners previu que os preços da energia solar, incluindo o custo dos módulos fotovoltaicos, possam subir em curto prazo, já que o surto de coronavírus resultou em uma escassez de matéria-prima

   Roth Capital Partners disse que o feriado do ano novo chinês foi estendido em oito províncias para ajudar a lidar com o vírus, incluindo as principais áreas de produção solar em Jiangsu, Zhejiang, Guangdong and Anhui.

   “As empresas que nos responderam sobre o impacto do coronavírus, disseram que estão trabalhando durante o feriado”, disse o investidor em declaração. “Fomos informados de que a ordem ‘não voltar ao trabalho’, ou seja, interrupção do trabalho, pode não ser aplicável a empresas que nunca demitiram funcionários. Nosso palpite é que, embora a maioria das fábricas esteja em funcionamento, elas provavelmente não estão funcionando com 100% de pessoal”

 

   Baixa taxa de produção

   A Comissão Nacional de Saúde da China disse que o transporte foi seriamente interrompido em diversas regiões, afetando ainda mais a manufatura. Com Beijing prolongando a pausa do ano novo até ontem, os governos locais acrescentaram mais uma semana à paralisação e provavelmente estenderão o período de inatividade por pelo menos mais sete dias, em um esforço para conter a propagação do vírus.

   Com pessoas em áreas afetadas ordenadas a se colocar em quarentena por 14 dias, acredita-se que as taxas de utilização da fábrica em todos os setores nas áreas afetadas possam ter caído.

   As grandes fabricantes de energia solar chineses que responderam as perguntas da PV Magazine sobre o impacto do coronavírus, disseram que suas fábricas estão operando a taxas muito baixas e não antecipam um retorno à produção normal no futuro imediato.

 

   Recuperação no terceiro trimestre

   A Administração Nacional de Energia e a Corporação Estatal de Grade da China alertaramo risco de coronavírus para o setor de energia, e a Associação de Industrias Fotovoltaicas Chinesas (AIFC) acionou o governo para adiar os prazos de conexão para projetos solares de larga escala em 31 de Março e 30 de Junho. Tendo em vista a situação atual, a conclusão dos projetos afetará o valor dos subsídios recebidos

   O órgão comercial espera que a produção da indústria fotovoltaica sofra até o meio do ano devido o surto. Se, como esperado, o vírus for domesticado até o final de junho, a recuperação poderá começar no terceiro trimestre, segundo a AIFC

  Um funcionário sênior de uma fabricante de equipamentos fotovoltaicos disse à PV Magazine que o surto significa que ele está proibido de visitar os EUA para fins comerciais. "Mesmo as viagens de negócios às filiais no exterior são limitadas e isso causará menor eficiência operacional", disse ele.

   Há especulações que as autoridades irão introduzir políticas estimulantes para ajudar na recuperação da indústria fotovoltaica no segundo semestre do ano, mas nenhum pronunciamento oficial foi feito

 

     Europa

  O efeito do surto do vírus será menos nítido fora do maior mercado solar do mundo, de acordo com Jenny Chase, analista da Bloomberg New Energy Finance.

   “Se você é um desenvolvedor ou IEI [instalador, epecista e integrador] na Europa com um prazo chegando – ou um fabricante europeu sem material para atender pedidos – sim, isso é importante” disse Chase à PV Magazine. “Não tenho certeza de que ele mova a agulha muito na escala de gigawatt, isso é tudo. Analisamos isso brevemente e concluímos que, embora isso seja inconveniente para algumas empresas, os volumes envolvidos são muito pequenos e a grande maioria dos projetos pode esperar alguns meses pelos módulos. Deveria ser possível fazer a maior parte do trabalho de preparação dos IEI, eu acho”

Comentários
Write a Comment Close Comment Form